Bem vindos à minha casa!

Se você chegou até aqui é porque gosta de decoração, comidinhas gostosas, casinha arrumada. E é o que você vai encontrar, mas com um detalhe:, tudo com pouquíssimo dinheiro, muita criatividade, reciclagem e reaproveitamento. Entre e fique à vontade e por favor, comente. Adoro ouvir as opiniões de quem passa por aqui. E as perguntas, dúvidas ou sugestões deixadas nos comentários, serão respondidas por aqui mesmo.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

0

Como Receber!

Tricotando & Criando
Aprenda a utilizar a mesa de centro e a preparar um bolo de mexerica-do-rio. Um jeito econômico e moderno de dar vida à produção é recortar um caminho de mesa em plástico próprio para toalhas – basta combinar a estampa com a louça. Inove também servindo geleia e creme em taças de vinho e dê o toque final com um lírio em uma garrafinha. Aprenda mais em nossa seção Receber e, conheça, abaixo a receita do bolo de mexerica da foto.

Caminho de mesa
Feito com plástico da Cipatex, assinado por Marcelo Rosenbaum.

Bolo de mexerica-do-rio da Lucia

Bater muito bem no liquidificador:
4 ovos
1 xícara de óleo
2 mexericas-do-rio com casca, bem lavadas, cortadas e sem as sementes suco de mais 2 mexericas-do-rio

Numa tigela misturar:
2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó
Acrescentar aos poucos o creme do liquificador, misturando bem.
Untar uma assadeira redonda com margarina, salpicar açúcar cristal, despejar a massa e salpicar açúcar cristal por cima também.
Assar em forno 180 ºC, por 40 a 45 minutos.

Chefs recebem em casa

A tendência de morar e trabalhar no mesmo endereço chegou ao mundo da gastronomia: estes dois chefs paulistanos abrem sua casa para pequenos grupos e oferecem, além de comida gostosa e papo animado, ambientes cheios de boas ideias para decorar e receber com muito estilo.


Bowls tailandeses de várias cores e materiais servem o mieg kum, sequência de acepipes que abre o almoço thai – cada um se serve dos itens como quiser. O algodão com estampa cashmere, improvisado como toalha de mesa, também veio da Tailândia.

Mesas de madeira de demolição da Via Vila vão para o jardim ao lado dos banquinhos de mosaico da Santo Kako.


A louça tailandesa combina com jogos americanos de batique, comprados em Parati, RJ, e copos marroquinos cor-de-rosa da L’Oeil.


Sob o balcão de alvenaria,um gaveteiro com rodízios serve de bancada auxiliar. Repare nas luminárias coloridas: são tigelas de papel machê adaptadas. No fundo do ambiente, o quarto de hóspedes tem porta de correr japonesa e se transforma em lounge durante os jantares.


Os copos de vinho também foram alugados na Ritz Festas.

Advogada de formação, Letícia Massula deixou que a paixão pela cozinha tomasse conta da rotina e da casa inteira. Em 2006, comprou um velho sobrado para morar e também instalar a Cozinha da Matilde. Na reforma, o arquiteto Pôla Pazzanese transformou o segundo piso em uma grande cozinha para receber, na qual imperam cores vivas, objetos de estilos variados e relíquias de família. Formado na França, Demian Figueiredo já pilotava o bufê Les Amis com a sócia, Pila Zucca, quando resolveu estreitar o contato com a clientela. Passou a abrir as portas da própria casa, um elegante apartamento dos anos 1950. Os jantares, batizados de Les Amis de Portas Fechadas, acontecem quatro vezes por mês, sem data certa, para no máximo 12 pessoas. Todos se sentam em torno da mesma mesa, enquanto os chefs vão trazendo (e explicando) a sequência de entradas, pratos principais e sobremesas. Aprenda a fazer os dois pratos mostrados nessa reportagem: o Mieg Kum e o Carré de Leitão a pururuca com virado de arroz selvagem e basmati e chips de mandioquinha e jiló.


23 mimos para receber os amigos

Um porta-guardanapos bonitinho, um frigobar transado. Esses mimos vão deixar sua casa ainda mais aconchegante para os convidados.

É sempre prazeroso convidar os amigos para assistir a um DVD, ouvir música, jogar conversa fora. Isso sem falar nos encontros gastronômicos: uma pizzada, um saboroso churrasco, um almoço caprichado ou um jantar festivo. Às vezes, as visitas passam a noite em casa e é bom ter um ambiente preparado para essas ocasiões. Para ajudá-lo na organização desses animados encontros, separamos 23 mimos – de porta-guardanapo a frigobar – que encantarão os convidados. E se você quer saber como organizar festas em casa sem estresse, veja dicas espertas de duas excelentes anfitriãs.

Para a mesa ficar ainda mais caprichada, este porta-guardanapo de cerâmica (8 cm de altura) comporta um vaso, que oferece uma flor para cada convidado. A ideia é de Renata de Alcântara Machado, que cria peças exclusivas para a casa.


Cansou da cara do pufe? Surpreenda os amigos no próximo encontro: o ateliê Zizi Maria (11 3803-9853) sugere as capas de crochê Surpresa, coloridas e feitas a mão. Podem ser adaptadas a modelos redondos e quadrados, com 40 cm de altura e largura ou diâmetro de 40 a 50 cm. O fio de algodão e acrílico em pontos mais abertos garante a elasticidade da capa.


Convide os amigos para tomar aquele milk shake de dar água na boca. Com o mixer doméstico da Dynasty, fica fácil prepará-lo em casa. O aparelho exibe duas potências e vem com copo plástico de 450 ml para preparar ainda drinques, molhos e até papinhas de bebê


Se você recebe hóspedes com frequência, que tal instalar um frigobar no quarto? Esse luxo se torna mais acessível com a microgeladeira Sunca, de 4 litros, capaz de armazenar seis latas de refrigerante ou quatro garrafinhas de água


Para o lanche da tarde, a espátula da marca Cuisipro garante manteiga ou margarina na medida certa para passar no pão e na torrada. As lâminas de aço e silicone garantem um corte deslizante e o cabo de inox facilita o manuseio.


Com o balde Ice não se corre o risco de a bebida esquentar rapidamente. O segredo está no material: duas camadas de manta térmica protegidas por fibra de vidro, que conserva por mais tempo o gelo e evita a transpiração. Em dois tamanhos: 47 cm de diâmetro por 20 cm de altura


Faltou lugar à mesa? A mesinha Eros é uma boa solução. Com tampo de madeira pintada de resina de poliéster (diversas cores), a peça se encaixa direitinho entre o convidado e o sofá ou a poltrona. A base de aço inox torna fácil deslizá-la para lá e para cá. Mede 45 x 30 cm e 52 cm de altura


O neoprene, material usado em roupas de mergulho, é o principal componente deste porta-garrafa criado por Daniela Karam. Revestida de lycra, a peça é termoisolante – mantém a temperatura original da bebida por duas horas.


Ao colocar a mesa, nem sempre os descansos de panelas são apresentáveis. Os designers Mariana Betting e Roberto Hercowitz resolveram essa questão com o Pé Quente: esferas de aço cromado com a base reta para separar a travessa da mesa. São fáceis de armazenar – oito unidades dentro de um tubo plástico – e dão um ar leve e lúdico à composição.


Para evitar as agruras de tirar a casca do pinhão à faca, foi lançado o Pinholino. De alumínio polido, basta apoiar a semente cozida e quente em seu interior e pressionar as hastes. A polpa sai inteira, descascada e na temperatura ideal.


Preparar um chocolate quente para os convidados ficou ainda mais gostoso. A Chocolatière, daBodum, ganhou um acessório em sua tampa de aço inox que faz toda a diferença. Trata-se de um mixer manual, que permite misturar o leite, deixando sua consistência mais cremosa. A jarra de vidro transparente tem capacidade para 1,2 litro. Custa R$ 210, na Casa Canela (11 3815-5400).


Para eliminar odores e fumaça de cigarro, a Elettromec (19 3294-4002) desenvolveu uma coifa para ser instalada em áreas sociais. Trata-se da Wind, que, ao comando de um toque, aspira o ar do ambiente e o devolve limpo. De aço inox escovado e com detalhes de acrílico, usa uma lâmpada dicróica de 40 W. Mede 33 x 33 x 32,9 cm, tem filtro lavável e vazão de 240 m³/h. Sai por R$ 8 050


Deixar no quarto de hóspedes uma moringa com água fresca é um mimo delicado para as visitas. Este modelo da We é uma boa dica. De porcelana, mantém agradáveis a temperatura e o gosto do líquido. Com capacidade para 1 litro, acompanha um copo de vidro e sai por R$ 79,90. NaGanzarolli (19 3852-4677).


Nas noites mais frias, ninguém resiste a cremes e caldos quentes. De vidro transparente resistente, esta sopeira, fabricada pela Santa Marina, vem com um suporte ergonômico de metal cromado, que auxilia no transporte de líquidos borbulhantes. Está à venda nas redes varejistas do país por cerca de R$ 16,99 na versão de 3 litros.



Fios de PVC compõem a malha do jogo americano Tramas, fabricado pela Copa & Cia., empresa de Blumenau, SC. Em nove padrões, o produto recria o visual dos modelos de fibras naturais, com a vantagem de ser impermeável e fácil de lavar. Na loja Biagallo (11 3673-3248), cada peça (45 x 30 cm) sai por R$ 9,90.


Com cores, desenhos e recortes inspirados na arte islâmica, estes apoios, assinados pela libanesa Beggy Dabar, recebem elegantemente as travessas à mesa. Feitos de borracha resistente, evitam que o calor queime o tampo. Cada um sai por R$ 145 (18 x 18 cm), na Benedixt (11 3081-5606). Há opções também para copos e pratos.


A sobremesa fica ainda mais gostosa com estes coloridos potes que servem sorvetes e saladas de fruta (15 x 7 cm). Podem ser levados à lava-louça sem o risco de desbotar e perder o brilho. O jogo com quatro unidades custa R$ 136. À venda na Tool Box (31 3286-4645).



De alumínio, o mancebo Tree, desenhado por Camila Fix, é fácil de transportar: além de pesar pouco, seus suportes se fecham, podendo migrar da sala para o quarto ou do closet para o banheiro. Aberto, mede 45 cm de diâmetro e 1,50 m de altura. Fechado, 15 cm de diâmetro e 1,60 m de altura. O modelo sai por R$ 438, na loja Novo Desenho (21 2524-2290).



Um mimo divertido é deixar o rádio Eklug, da Waise, na suíte reservada aos hóspedes. Assim, as visitas poderão escutar as músicas prediletas enquanto tomam banho. Além de AM e FM, o aparelho tem entrada para MP3, MP4, MP5 e iPod. Uma tampa de acrílico protege os players dos respingos e da umidade. Funciona com quatro pilhas AA ou transformador do tipo DC 6V (não inclusos). Na Fina Estampa (11 3823-2456), custa R$ 240.



Volante, o cooler elétrico Ezetil leva as bebidas geladas aonde você quiser, facilitando a vida na hora da festa. Seu sistema de bateria garante o resfriamento por até cinco horas após ser desligado da tomada. Com capacidade para 50 litros, possui ainda suporte lateral para taças e garrafas. Vale R$ 2 542 (57 x 49 cm e 79 cm de altura) na Doural.



Este modelo de castiçal, que tem lugar para acondicionar as velas sobressalentes, garante luz em imprevistos, além de decorar o quarto de hóspedes. De cerâmica, a peça, importada da Itália, sai por R$ 140 (20 cm de altura), na loja Conceito Firma Casa (11 3068-0380), na versão branca ou com estampa floral.


Receba sem estresse

Relaxe e aproveite melhor as festas em sua casa. Basta fazer como estas duas anfitriãs, que delegaram a produção da comida e capricharam na decoração.

A empresária Ana Paula Lopes Kozak já trabalhou como produtora de festas e, por isso, conhece os caminhos para receber de um jeito fácil. Para este almoço ao ar livre, ela encomendou o cardápio a um restaurante, alugou utensílios de mesa e compôs a ambientação com móveis que trouxe de sua empresa de locação para eventos. As peças foram distribuídas sobre o deque. O dia do almoço amanheceu bonito e bastou abrir as portas de correr para integrar interior e exterior. A ceramista Paula Almeida prefere marcar os jantares em seu apartamento para sexta-feira ou sábado. O convite é feito por telefone, com alguma antecedência. A mesa é posta no dia, com cerâmicas de seu ateliê e peças de família. Quando recebe os amigos, Paula costuma cozinhar, mas desta vez resolveu cuidar só da preparação do apartamento e entregou o comando das panelas ao chef João Belezia. Os dois definiram o cardápio juntos. Os pratos escolhidos foram trazidos semiprontos e finalizados próximo ao momento de servir.


Quer aprender a fazer os pratos servidos nesses eventos? Confira as receitas do peito de peru com castanhas, salada de bacalhau com risoni, sopa de frutas secas e frescas e da torta de figos frescos.


A moradora montou a paelha (Adega Santiago) de um jeito charmoso, em assadeiras de tarte-tatin (Le Creuset). “Como é um prato difícil de comer sem ter onde apoiar, cada convidado dispôs de uma cadeira e criou seu lugar à mesa.”


Sobre a tábua de corte (Suxxar), que evita farelos espalhados, o pão fica à disposição de quem quiser mergulhar as fatias em azeite temperado. Minipanelas (Le Creuset), usadas apenas como enfeite, acrescentam colorido à mesa.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Gostou então comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recent Posts

Blogobo.com