Bem vindos à minha casa!

Se você chegou até aqui é porque gosta de decoração, comidinhas gostosas, casinha arrumada. E é o que você vai encontrar, mas com um detalhe:, tudo com pouquíssimo dinheiro, muita criatividade, reciclagem e reaproveitamento. Entre e fique à vontade e por favor, comente. Adoro ouvir as opiniões de quem passa por aqui. E as perguntas, dúvidas ou sugestões deixadas nos comentários, serão respondidas por aqui mesmo.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

1

Artesanato de Alagoas


Alagoas em forma de artesanato. Aqui estão reunidos trabalhos de artesãos de várias regiões do estado. Alagoanos que conseguem transformar materiais rústicos, retirados do ambiente cotidiano, em arte.


Os esmerados trabalhos enchem os olhos dos turistas nacionais e estrangeiros. O artesanato de Alagoas é um dos mais ricos e variados do Nordeste e é produzido em todos os quadrantes do Estado. São trabalhos em palha, cerâmica, madeira, couro, casca de coco, fibra da bananeira e bordados em geral confeccionados por pessoas simples das comunidades que têm no artesanato uma fonte de renda.

Há outros produtos artesanais ligados à gastronomia que fazem o maior sucesso, como, por exemplo, as broas e sequilhos produzidas no município de Maragogi, no litoral Norte de Alagoas, cuja sede dista 131 quilômetros de Maceió.

Em Maceió, a capital, a referência do artesanato, na linha de bordados, é o bucólico bairro do Pontal da Barra, à margem da Lagoa Mundaú, onde os homens são pescadores e as mulheres exímias artesãs, que, em seus teares de madeira, produzem belíssimos desenhos em filé, renda e labirinto.

As toalhas de mesa, passadeiras, xales, colchas, blusas vestidos e saídas de praia coloridas confeccionadas pelas artesãs do Pontal da Barra ficam expostas à porta das residências e em estabelecimentos comerciais espalhados por todo o bairro, onde os turistas, invariavelmente, compram produtos artesanais para levar como lembrança e também para presentear parentes e amigos.

Todavia, a arte popular, na capital alagoana, não é só de bordados de filé e labirinto, encontrados facilmente na praia de Pajuçara – na feirinha e no Pavilhão do Artesanato -; na praia da Avenida, no Armazém Sebrae e na feira de artesanato ao lado do Memorial à República, e no Mercado do Artesanato, no centro comercial da cidade. Nesses locais são comercializados também objetos e adornos à base de cerâmica, palha de taboa e coco ouricuri, madeira, cerâmica, vime, etc.

Na verdade, a produção artesanal de Alagoas é dominada pelas mulheres, cujos trabalhos são feitos com esmero e dedicação. Na vizinha Marechal Deodoro, a primeira capital do Estado, distante 28 Km de Maceió, o filé e o labirinto constituem a dupla de maior expressão na arte de bordados da região. Os produtos são vendidos na sede do município e nas lojas de artesanato da praia do Francês.







Labirinto - Tipo de bordado de origem Portuguesa, cuja técnica consiste em desfiar a fazenda para depois realizar com agulha e linha desenhos de flores, frutas etc.

Filé - Arte em renda genuinamente alagoana. Trabalho elaborado a partir de uma rede tecida em algodão, presa por pregos a uma peça de madeira (quadrado ou retângulo), onde são traçados pontos com agulha de mão, cujo resultado são peças para o vestuário (blusas, vestidos, saias) e cama e mesa, (colchas, toalhas, etc).
Os motivos geralmente são características florais ou geométricas.

Cerâmica - Arte de transformar a argila em produtos de utilidade, decoração lúdicas.
Produtos: A Cerâmica Utilitária Simples: potes, jarras, porrões, quartinhas, panelas, frigideiras, filtros, cuias, cachimbos de barro, papeiros, cuscuzeiros, cacos de torrar café, buião e fogareiros.
A Cerâmica Utilitária Figurativa: ex-votos, cofres, bonecas e boizinhos.
A Cerâmica Decorativa: caqueras, samaritanas e jarros.
Localidades: Igreja Nova, Maceió Marechal Deodoro, Passo de Camaragibe e Porto Real do Colégio.

Madeira - Produtos: imagens religiosas, carrancas e esculturas de bichos da fauna alagoana e brasileira.
Cidades: Arapiraca, Penedo e Boca da Mata

Redendê e Ponto de Cruz - Trabalho artesanal praticado em linhas coloridas.
Produtos: colchas, pano de mesa, saias, blusas, fronhas, toalhas.
Cidades: Porto Real do Colégio, Traípu e São Brás.

Renda de Bilro - Barrado tecido com linha de-algodão presa por alfinetes a uma almofada redonda e dura traçados pela troca de posição dos bilros (pedaço de madeira onde a linha fica amarrada) que servem de adorno para peças de algodão (vestidos, blusas, saias, colchas, fronhas, toalhas etc.).

Escultura - Cidades: Arapiraca, Boca da Mata, Igreja Nova, Japaratinga, Limoeiro de Anadia, Palmeira dos Índios, Penedo, Piaçabuçu, Pilar, Piranhas, Porto Real do Colégio, Satuba e Traípu.

Tecelagem - Produtos: redes de pesca, jereré, puçá, rendas de bilro, filés e labirintos.
Cidades: Campo Alegre, Coqueiro Seco, Delmiro Gouveia, Limoeiro de Anadia, Marechal Deodoro, Maceió e São Sebastião


Trançados - Origem indígena são artigos fabricados a partir da palha de palmáceas próprias da região, principalmente o ouricuri.
Produtos: Trançado de palha: bolsas, chapéu, abano, vassoura e esteiras. Trançado de cipó: cestas, balaios, samburás, caçuás, covos, urupembas e esteiras.
Cidades: Água Branca, Coruripe, Feliz Deserto, Girau do Ponciano, Palmeira dos Índios Paripueira, Piaçabuçu, e Taquarana.


link:


Um comentário:

  1. Alguém sabe onde posso encontrar revistas de passo a passo de labirinto ou filé...agradeço meu email é angelacajaibapg@hotmail.com

    ResponderExcluir

Gostou então comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recent Posts

Blogobo.com